Coragem… está quase!

Imagem

estudo

Anúncios

Bons Estudos!

Esta é a época de stresse por excelência, antes das merecidas férias, provas, exames e entregas de trabalhos…

O Psiadolescentes deseja a todos os adolescentes Boa Sorte!! Estão quase lá!

Abraços

PS: Uma dica, para evitar que a ansiedade (de performance) se apodere de nós é fundamental pensar numa coisa de cada vez. Um exame é só um exame, não é o nosso futuro, não é o que os outros esperam de nós… é mesmo só um exame, para o qual nos preparamos e onde iremos dar o melhor… As “brancas” aparecem quando começamos a pensar em coisas que não o exame!

DG 2010

Add to FacebookAdd to DiggAdd to Del.icio.usAdd to StumbleuponAdd to RedditAdd to BlinklistAdd to TwitterAdd to TechnoratiAdd to Yahoo BuzzAdd to Newsvine

Testes e Nervos

imagesA ansiedade (também conhecido como “nervos” ou “nervosismo”) faz parte de nós, acompanhando-nos ao longo de inúmeras situações ao longo da vida… No entanto, para a maior parte dos adolescentes e estudantes, quando surge antes e durante um teste (ou um exame) pode tornar-se num verdadeiro pesadelo.

Se por um lado é necessário um minimo de ansiedade para que consigamos trabalhar e estudar, pois não são conhecidos casos de pessoas que tenham sucesso em algo para o qual estejam totalmente relaxados (também conhecido como “estar-se nas tintas”) , por outro lado quando existe em excesso poderá dificultar a vida, perturbando o desempenho na prova.

São comuns os seguintes.

Antes do exame/ teste:

– Pensar que a matéria que dominamos menos irá ser o que vai sair na prova.

– Recordar os testes/exames que já fizemos e que correram mal.

– Lembrar as inúmeras tarefas que temos por fazer, por mais irrelevantes que sejam (arrumar o quarto, auxiliar um amigo, conversar com um familiar, etc.)

– Evitar estudar com todo o tipo de desculpas, especialmente quando a ansiedade nos leva a pensar de forma catastrófica (“não vale a pena…”).

– Desistir no dia anterior por achar que não se está bem preparado, ou porque “ainda não se sabe tudo”.

Durante o exame/ teste:

– Sensações físicas desconfortáveis e mal estar: suores, dores de cabeça, dores de barriga, tonturas,…

– “Brancas”

– Pensamentos de incompetência

– Desistir

Certamente, a todos já ocorreram episódios que podem encaixar nesta lista de características.

Algumas DICAS:

Conhece-te! Distingue a ansiedade racional por não se estar preparado (por exemplo ter estudado pouco e por isso imaginar que vai correr mal)  e a ansiedade irracional por pensar que não se sabe a matéria (por exemplo, estudaste o suficiente, sabes a matéria, mas mesmo assim achas que vai correr mal).

Prepara-te com antecedência, não é em poucos dias que se prepara a matéria de um teste/ exame.

Pensa “positivo”, “vou conseguir”.

Por ter corrido mal uma vez não quer dizer que corra sempre.

Dorme e come de forma saudável! Fazer directas ou estudar até longas horas da noite não melhora os resultados, pelo contrário.

Organiza-te! Marca tempos de estudo e tempos para intervaloso. O ideal é um intervalo de meia hora por cada duas horas de estudo.

Não é possível “saber tudo”! Pensa mais naquilo que já dominas e menos naquilo que não estás à vontade.

No dia do teste/exame: chega cedo e evita situações que geram ansiedade (tomar café, rever a matéria “à pressão”, estudar  à porta da sala, etc.)

Durante o teste/exame: ler tudo com calma e atenção, responder às questões em que estás mais à vontade primeiro, não perder muito tempo com o que não sabes. Se tiveres tempo revê apenas uma vez!

DG 2009

Add to FacebookAdd to DiggAdd to Del.icio.usAdd to StumbleuponAdd to RedditAdd to BlinklistAdd to TwitterAdd to TechnoratiAdd to Yahoo BuzzAdd to Newsvine